quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

O Filme da vida

É tão difícil encontrar-mos pessoas que dão o real valor ao sentido da vida hoje. Somos envolvidos por um mundo cheio de diferenças, desavenças, alguns com alegria, outros tristeza de viver.
O modo como vivemos, aproveitamos uma oportunidade, parte de cada um de nós, mas também cabe a nós aprendermos a lidar com as coisas que nos são impostas, pensando mais e agindo com cautela.
Não podemos deixar de pensar nas nossas palavras, na conseqüência de dizê-las, pois um erro pode ser fatal para uma pessoa. E depois não da pra voltar ao passado.
Problemas vão surgindo ao longo da nossa caminhada, pessoas também vão aparecendo, sem esquecer das coisas boas, das coisas que nos interessam, dos sonhos, das conquistas, e simplesmente das coisas que não voltam atrás mas devem ser lembradas.
A vida imita um vídeo: Podemos voltar e lembrarmos do passado sem conseguir mudá-lo. Podemos dar um “play” e seguirmos com o nosso presente. A única diferença é que não podemos adiantar para ver o que nos aguarda no final. Mas tudo é conseqüência dos nossos atos.

Fernando Andrade


Eu simplesmente AMEI esse texto. É sempre bom admirar tudo que se configura em arte. Gosto muito, muito dos textos dele; é ainda um autor desconhecido, sim... mas só por enquanto. Espero que tenham gostado!

2 comentários:

  1. Obrigado Júlia...
    mas eu é q sou teu fã, e depois mando mais textos pra tu viss...
    beeeijaao

    ResponderExcluir
  2. Seguindo aqui gata.. Tudo de bom

    ResponderExcluir